Banco Central fará pedido de concurso para três cargos. Nível médio tem remuneração inicial de R$6.882,57

Defasagem do BC é de 2.460 servidores

O Banco Central (BC) deverá buscar novamente junto ao Ministério do Planejamento autorização para a abertura de um novo concurso para os cargos da autarquia. A informação foi dada pelo chefe do Departamento de Gestão de Pessoas da instituição (Depes), Marcelo Cota, em entrevista recente a um informativo interno do banco.

CURSO ONLINE PARA O BACEN COM ACESSO ILIMITADO? CLIQUE AQUI!

Tradicionalmente, os pedidos de concurso do BC abrangem os três cargos de sua estrutura: técnico, de nível médio, com remuneração inicial de R$6.882,57 (já com o auxílio-alimentação, de R$458); analista, de nível superior, com inicias de R$17.391,64; e procurador, voltado para quem possui formação superior em Direito. Para esse, os ganhos no início da carreira são de R$19.655,67. 

A solicitação de concurso precisa ser encaminhada ao Planejamento até 31 de maio.

CARÊNCIA DEVE ACELERAR CONCURSO

Em virtude da grande necessidade de pessoal e das aposentadorias previstas, a expectativa é de que o BC consiga obter a autorização para a abertura do concurso, embora o governo esteja realizando uma política de contenção de gastos.. “Estamos atentos e manteremos estreito contato com o Ministério do Planejamento”, afirmou Cota na entrevista.

Ainda de acordo com o chefe do Depes, a diretoria colegiada do BC aprovou um projeto de gestão da força de trabalho que tem, entre outros objetivos, o de definir a necessidade de pessoal, além de trazer uma proposta detalhada para o concurso. No ano passado, o pedido feito, porém, não atendido, foi para 990 vagas de técnico (150 vagas), analista (800) e procurador (40).

CURSO ONLINE PARA O BACEN COM ACESSO ILIMITADO? CLIQUE AQUI!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima

Login

Cadastre-se