Concurso INSS: déficit fragiliza perícias e aumenta fraudes

​”A falta de concurso está transformando as agências do INSS em instituições fantasmas”. 

O alerta é do diretor da Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social (Fenasps), Moacir Lopes, que fala sobre a insegurança nas perícias e concessões de benefícios. 

Reportagens ou investigações policiais sobre fraudes no Instituto Nacional do Seguro Social não são raras. 

Muitas vezes, esses crimes levam a rombos de milhões de reais nos cofres públicos. 

Um exemplo é o caso recente envolvendo agências na Zona da Mata, em Carangola e Juiz de Fora, no qual uma investigação da Polícia Federal identificou que 2.500 benefícios previdenciários concedidos tinham indício de fraude. 

CURSO COMPLETO PARA O INSS – APENAS R$79,00

Para Lopes, vários fatores podem ser apontados como motivação ou facilitadores desses crimes. Mas ele concorda também que a falta de servidores fragiliza os processos e, consequentemente, aumenta a insegurança em perícias e manutenção de benefícios.

Só na área Administrativa, o número de vacâncias na autarquia passa de 19 mil: são 17.392 cargos vagos de técnico e 2.246 cargos vagos de analista do seguro social. Também há a carreira de médico perito, essencial para a concessão de direitos, cujo déficit atual não foi informado.

“A falta de concurso está transformando as agências do INSS em instituições fantasmas, onde não é mais prioridade o atendimento ao cidadão, mas sim dificultar acesso aos benefícios e cortar direitos.”

CURSO COMPLETO PARA O INSS – APENAS R$79,00

Em nota divulgada anteriormente, a Fenasps já havia declarado que a situação do instituto é uma “tragédia anunciada”. Para Moacir Lopes, se trata de “uma sina terrível para a instituição previdenciária que tem mais de 100 anos de existência”. Ele diz que vai continuar na luta por concursos e pela garantias de direitos aos cidadãos. 

Outra questão relacionada à concessão de benefícios é a demora no processo. Só até maio deste ano, o número de pedidos pendentes que aguardavam análise já chegava a 3 milhões. Dado que levou o Ministério Público Federal (MPF) a ajuizar Ação Civil Pública (ACP) pedindo contratações para autarquia.

(Folha Dirigida)

CURSO COMPLETO PARA O INSS – APENAS R$79,00

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima

Login

Cadastre-se