[CONCURSO BACEN] movimentações em pedido no Ministério do Planejamento!

O pedido da autarquia junto ao MPOG contabiliza o seguinte número de vagas:

– 800 vagas no cargo de analista, que tem requisito de formação superior em qualquer área e garante iniciais de R$ 17.391,64.

As demais vagas requisitadas, 40, são no cargo de procurador, voltado para advogados com experiência mínima de dois anos de prática forense. Para esse, os iniciais são de R$ 19.655,67.

Para o cargo de técnico, o pedido foi de 150 vagas. A função tem remuneração inicial de R$6.882,57 (incluindo o auxílio-alimentação, de R$ 458) e exigência de ensino médio completo.

Recentemente, houve alteração para o ingresso nas áreas funcionais do banco, por meio da Lei nº 13.327. Segundo a norma, o provimento para o cargo de Técnico do Banco Central do Brasil será realizado em etapa única, ou seja, apenas de provas (objetivas e discursiva).

Já a de Analista do Banco Central do Brasil, será em 2 (duas) etapas, ambas de caráter eliminatório, compreendendo a primeira o exame de conhecimentos específicos (provas objetiva e discursiva) e, a segunda, o curso de formação. Para os cargos de Analista do Banco Central do Brasil e de Procurador do Banco Central do Brasil, além do exame de conhecimentos específicos, será obrigatória a realização de prova de títulos, de caráter exclusivamente classificatório.

Ainda segundo a lei, para o ingresso no cargo de Técnico do Banco Central do Brasil, na área de especialização voltada à execução e à supervisão das atividades de segurança institucional do Banco Central do Brasil, especialmente no que se refere aos serviços do meio circulante e à proteção de autoridades internas do Banco Central do Brasil, haverá prova de aptidão física e avaliação psicológica.

CURSO ONLINE PARA O BANCO CENTRAL, CLIQUE AQUI!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima

Login

Cadastre-se