Bolsonaro não pretende privatizar Banco do Brasil, diz Economia

A privatização do Banco do Brasil estaria em pauta na gestão do presidente Jair Bolsonaro. A especulação tem surgido nos últimos dias, após informações de que a equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, estaria estudando tal ato. 

O governo Bolsonaro, no entanto, nega as informações. 

Em entrevista ao Globo, publicada no domingo, 1º, Paulo Guedes disse que uma privatização particularmente poderia render R$250 bilhões. 

No entanto, o ministro não especificou a estatal que se referia. Por outro lado, segundo O Globo, duas empresas públicas, com ações negociadas na Bolsa de Valores, teriam potencial para superar o valor citado pelo ministro, sendo elas: Banco do Brasil e Petrobras. O desafio da equipe de Paulo Guedes, no entanto, seria convencer o presidente de vender a estatal. Como a venda da Petrobras e da Caixa Econômica não seria bem aceita pelo Congresso, é possível que o ministro esteja estudando uma forma de privatizar o Banco do Brasil, por ter um menor apelo pela estatização. As informações, porém, foram negadas pelo governo, nesta terça-feira, 3.

“O governo do presidente Jair Bolsonaro não pretende privatizar o Banco do Brasil, Caixa e Petrobras”, disse o Ministério da Economia, em resposta à FOLHA DIRIGIDA.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima

Login

Cadastre-se